sábado, 30 de abril de 2011

PC Siqueira não acredita em Deus e odeia Luciano Huck

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Dilma fala sobre o bullying

Superman ameaça renunciar à cidadania americana





Depois de diversos anos como ícone da cultura e do modo de vida americano, o personagem das histórias em quadrinhos Superman, em nova edição da revista "Action Comics", disse que pretende renunciar à sua cidadania no país. 

Em um diálogo da edição de número 900 da mesma HQ em que fez sua primeira aparição, no ano de 1938, o herói fica insatisfeito em ter suas ações ligadas aos atos políticos do país norte-americano.
 Estou cansado em ter minhas ações utilizadas como instrumento político dos EUA - revelou Superman.

Na revista, o Homem de Aço, após ser acusado de causar um incidente internacional ao voar sobre a cidade de Tehran, no Irã, em meio a uma grande manifestação, chega a conclusão que é melhor servir ao mundo do que somente representar um só país. 




Entretanto, a história de nove páginas, escrita por David S. Goyer e desenhada por Miguel Sepulveda, não é a primeira em que um personagem de quadrinhos se irrita com a política dos Estados Unidos. Na década de 1970, o Capitão América, renunciou ao seu famoso traje com as cores americanas e adotou uma identidade nômade por conta do escândalo de Watergate.

A notícia da decisão de Superman gerou polêmica em blogs e fóruns na internet. No entanto, a D.C. Comics afirma que a história não se trata de uma crítica ao governo dos Estados Unidos.

Superman é um visitante que vem de um planeta distante e se adaptou aos valores americanos há muito tempo. Como personagem e ídolo, o herói continua como símbolo dos valores dos Estados Unidos da América - afirmaram os editores editores da DC Jim Lee e Dan 

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Sony pode ter prejuízo de 1,5 bilhões



A Sony pode enfrentar processos judiciais em todo o mundo pela demora em revelar uma violação da segurança na PlayStation Network, o que enfureceu jogadores dos videogames PlayStation 3 e PSP e causou queda de quase 5% nas ações da empresa em Tóquio.
A Sony desativou a rede em 19 de abril, depois de descobrir a violação, uma das maiores infiltrações online em bancos de dados já registrada. Mas foi apenas na terça-feira (26) que a empresa informou que o sistema havia sido invadido e que dados dos usuários podiam ter sido roubados.
Nos Estados Unidos, diversos legisladores falaram sobre a invasão, na qual hackers roubaram nomes, endereços e possivelmente detalhes de cartões de crédito de 77 milhões de usuários. Um escritório de advocacia da Califórnia abriu processo em nome dos consumidores.
"Os jogadores estão furiosos pelo presidente-executivo não ter explicado a situação e os investidores estão decepcionados com a governança corporativa da empresa", disse Michael Wang, administrador de fundos internacionais da Prudential Financials, em Taipé, que detém ações da Sony.
A PlayStation Network, um serviço da Sony que gera receitas anuais estimadas em US$ 500 milhões, oferece acesso on-line a jogos, filmes e programas de TV. Cerca de 90% de seus usuários afirmam que estão baseados nos Estados Unidos ou Europa.
Larry Ponemon, fundador e presidente do Ponemon Institute, disse que o roubo poderia custar mais de US$ 1,5 bilhão à Sony, equivalente a uma média de US$ 20 para cada um dos 77 milhões de usuários cujos dados podem ter sido comprometidos. A empresa de Ponemon se especializa em proteger informações armazenadas em redes de computadores.
Analistas disseram que jogadores que planejam adquirir um console de videogame podem optar pelo Xbox, da Microsoft, que conta com uma popular rede on-line, por conta destes problemas com a rede do PS3. "Estou indignado por minhas informações pessoais terem sido acessadas por hackers", disse Rich Chiang, usuário do PlayStation e Xbox em Xangai.
Especialistas em segurança dizem que a Sony terá de responder pela perda de negócios, bem como pelos danos à sua marca, quando computar o custo do incidente. Outras despesas relacionadas incluiriam a notificação dos clientes quanto ao ataque e a contratação de especialistas para reparar a rede.
A Sony afirmou que a demora em notificar o público foi necessária para a realização de uma investigação forense, mas o caso está rapidamente se tornando um pesadelo de relações públicas semelhante ao da resposta demorada da Toyota Motor relacionada a um recall gigantesco de veículos no ano passado, o que alimenta as críticas à falta de transparência das grandes empresas japonesas.
Nem Howard Stringer, o presidente-executivo da Sony, e nem Kazuo Hirai, que foi indicado como segundo em comando da empresa no mês passado depois de comandar a criação dos serviços de rede da companhia, comentaram o assunto publicamente.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Resposta para a Record

A Record mostrou no último domingo reportagem em que associa a tragédia de Relengo (RJ), na qual 12 crianças foram assassinadas por um atirador, à influência supostamente exercida por jogos violentos de computador. 
Agora veja a resposta do jornalista Guilherme Guedes (Guilherme Gamer) sobre a materia da Rede Record exibida no Domingo Espetacular sobre games violentos e vício em videogames.







Sou foda

Vibrador causa arrombamento



Na Alemanha um vizinho ligou para a polícia para reclamar do barulho de uma furadeira. “Estou ficando louco com essa barulheira”, gritou ele.
Outro vizinho apoiou: “Dava pra ouvir o barulho da rua!”
A polícia foi até o apartamento do barulho e, como ninguém atendeu a campainha, arrombou a porta.
Foi aí que viram a origem de tanto transtorno: um vibrador que ligou sozinho e tremia pelo chão da casa.

sábado, 23 de abril de 2011

Sexo e Facebook



Bizarro, mas científico: um professor da Universidade de Claremont, chamado Paul J.Zak, conseguiu descobrir uma correlação entre a hormona oxitocina, ligada ao sexo, e as redes sociais como o Facebook e o Twitter.
Segundo o portal espanhol eleconomista.es, o estudo terá atestado, através de análises ao sangue, que os 'twitters' e os 'facebookers' libertam um alto nível da chamada 'hormona dos abraços e beijos', a tal oxitocina, depois de utilizarem as redes sociais.
Entretanto, o que o estudo do neurocientista norte-americano não diz, nem teria de dizer, é quantos relacionamentos reais vão ao ar com a ajuda do Facebook, o tal que 'ajuda' estabelecer pontes nos relacionamentos, nos abraços e nos beijos virtuais. Nem explica como se proteger de relações 'on-line', digamos, mais complicadas, que já resultaram - pasme-se! - em 28 milhões de divórcios até à data. Realmente, assim, 'é complicado' para quem é enganado, não pela tal oxitocina, mas por quem usa a rede para outros fins. 

quinta-feira, 21 de abril de 2011

As 100 pessoas mais influentes do ano


100 pessoas mais influentes do ano pela revista americana "Time".
O destaque do brasil vai para presidenta Dilma Rousseff ,No ano passado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi listado como um dos mais influentes. Ele também já tinha aparecido no mesmo ranking em 2004.



Sergio Ramos destrói o Titulo do Real Madrid

O Real Madrid  venceu o Barcelona por 1 a 0 na decisão da Copa do Rei na última quarta-feira, em Valência. Durante o desfile dos campeões pela capital, o lateral Sergio Ramos protagonizou uma das maiores lambanças do dia, derrubando a o troféu embaixo do ônibus que levava os atletas.

Já era quase de manhã quando a equipe chegou à Madrid para comemorar o título sobre o arquirrival. Durante o desfile pelas ruas da cidade até a Fonte de Cibeles - tradicional local de comemoração dos títulos do time -, Sergio Ramos segurou o troféu, colocou na cabeça para fazer uma brincadeira, mas acabou deixando a peça de 15 quilos cair na rua.

Enquanto o jogador espanhol e o brasileiro Marcelo chamavam desesperadamente a atenção da escolta para tomar uma atitude sobre o ocorrido, o ônibus passou por cima da copa, quebrando o troféu em pedaços.
Sergio Ramos ainda brincou com o ocorrido usando sua conta no Twitter. “Bom dia a todos os amigos. Isso da copa foi um malentendido. Ela não caiu... ela saltou quando chegou em Cibeles e viu tanto torcedores do Real Madrid”, publicou.
Confira tudo no vídeo:

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Homem pega fogo misteriosamente dentro de sex shop e pastor afirma que é resposta a suas orações para limpar a cidade



Durante sete anos o pastor Roger Huang (foto), que dirige a missão City Impact, para resgate de drogados, prostitutas e mendigos no bairro Tenderloin, em SanFrancisco, vem tentando fechar as sex shops da região. Um estranho ocorrido na semana passada pareceu mostrar que seus esforços estão dando resultado.
Quarta-feira (13/04), uma homem estava no interior uma dessas lojas de produtos pornográficos quanto entrou em combustão expontânea, enquanto informou a polícia. O canal KTVU entrevistou um funcionário que afirma ter visto o homem assistindo a um filme no fundo da loja quando, de repente, saiu correndo e gritando enquanto seu corpo pegava fogo.
Mas esse bizarro incidente pode realmente ser atribuído a um poder superior?
“Eu acredito que sim. Definitivamente acredito que sim”, disse o pastor Huang ao site AOL News. Mas acrescenta esperar que o homem não identificado esteja se recuperando bem das queimaduras.
O caso ainda está sendo investigado. O tenente Troy Dangerfield, porta-voz da polícia local, afirma que, estranhamente, as autoridades não encontraram nenhum dano no interior do edifício. Isso evidenciaria que a fonte não foi externa. ”Ainda não sabemos ainda o que causou isso, mas a polícia não descarta nada. Ainda estamos investigando”, afirma o tenente.
Testemunhas que viram o homem em chamas sair correndo da Golden Gate Adult Superstore, perto das 6h20 da manhã. O homem caiu desacordado na esquina das ruas Mission e Sexta, segundo a polícia.
Homem pega fogo dentro de sex shop e pastor afirma que foi resposta a suas orações
“Havia uma ambulância na área que testemunharam o colapso, então os paramédicos [apagaram o fogo e] ligaram para os bombeiros”, disse Mindy Talmadge, uma porta-voz da prefeitura de San Francisco.
O homem, cuja identidade não foi divulgada, foi levado para St. Francis Memorial Hospital, onde está sendo tratado a de queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau, que supostamente cobrem 90% de seu corpo. ”Ele sofreu ferimentos quase fatais” explica o tenente Dangerfield, acrescentando que a recuperação será difícil.
Contactado pela imprensa, o funcionário que atendeu o telefone na sex shop não quis comentar o incidente.
Apenas uma pessoa afirma parece ter a resposta. ”Eu não sei se você acredita em oração”, disse Huang, “mas … nos últimos sete anos tenho ido pra frente de cada uma dessas lojas e oro para que fechem. Umas sete ou oito já foram fechadas desde então”.
A declaração de missão da City Impact afirma ser desejo de ”restaurar a esperança e reconstruir a vida das pessoas do Distrito”, e isso aparentemente inclui pedir para que Deus limpe a comunidade. Sem dúvida a imagem de fogo lembra o julgamento de Sodoma e Gomorra, mas o pastor prefere lembrar um versículo bíblico, do livro de Gálatas: “Deus não se deixa escarnecer; tudo o que o homem semear, isso também ceifará”

Funcionários de Bill Gates são expulsos do Brasil



O fundador da Microsoft, Bill Gates, foi forçado a interromper suas férias na Amazônia após a Polícia Federal identificar irregularidades no visto de alguns dos integrantes do grupo que o acompanhava, de acordo com informações da AFP.

O grupo que acompanhava Gates, formado por sete pessoas, foi detido na última sexta-feira enquanto fazia um passeio no rio Negro, perto de Manaus. No momento em que o grupo foi detido, Gates não estava presente. Os membros do grupo se identificaram como funcionários da Microsoft e pediram para a PF entrar em contato com a embaixada americana.
De acordo com a PF, o Grupo tinha o visto simples de turista, e não o "Visto Temporário II", que permite esse tipo de passeio. O grupo ainda não teria documentos de identificação e a embarcação onde estavam não estaria autorizada a navegar em águas brasileiras. O grupo foi liberado depois de quase 12 horas de detenção, com a condição de deixar o país em 3 dias.
O grupo deixou o país às 2h da manhã de ontem, 19 de abril. Segundo a Polícia Federal, mesmo deixando o país, os integrantes do grupo devem responder a processo administrativo por infringir a lei 6.815/80.
Bill Gates já tinha passado férias no Amazonas por duas vezes, em 2007 e 2009.
Segundo informações do superintendente da Polícia Federal no Amazonas, delegado Sérgio Fontes, em entrevista ao jornal  A Crítica, Bill Gates não chegou a sair do país, pois não havia nenhum problema da documentação do "pai do Windows". Os membros do grupo que acompanhava Gates, e que possuíam irregularidades nos documentos, saíram do país e solucionaram o problema, retornando na sequência ao Brasil.

Publicidade

Veja no Ocioso